17 de set de 2013

ÚLTIMAS DO BLOG

FUTEBOL FEMINNINO


Jovens promessas do futebol feminino de Poço Branco se integraram a Seleção do Mato Grande que disputará a Copa Mulher de Futebol do RN. A competição contará com 25 cidades, terá a organização da Secretaria de Esportes do Estado do RN e será iniciada no dia 5 de outubro próximo.

O sorteio dos grupos ainda não foi definido, mas, a principio, será regionalizado para diminuir os custos de uma competição a nível estadual. A Seleção do Mato Grande será representada pela cidade de João Câmara e contará com o apoio da prefeitura local, de parceiros e também da Coordenação de Esportes de Poço Branco, através do desportista Junior Caju.

Raquel, Ninha, Jané Cobé e Jaqueline - atletas de Poço Branco/RN
Junior Caju fará parte da Comissão Técnica da Seleção do Mato Grande nessa disputa. Os treinos do selecionado, que conta com quatro representantes de Poço Branco, estão sendo realizados no Estádio Municipal Manoel Anacleto de Lima (Anacletão), em João Câmara/RN, todos os sábados pela manhã. A seleção tem partida amistosa para este sábado (21), contra um combinado da cidade de Taipu, jogo marcado para as 14h, no Anacletão.

ALECRIM FC – REALIDADE E DESAFIOS

A nova diretoria do Alecrim FC tem pela frente uma missão nada fácil, segundo informaram alguns dos novos diretores do clube a este Blog. O Alecrim FC acumula, atualmente, mais de R$ 3.700 em dívidas com fornecedores de material esportivo, bebidas, água e com o prestador de serviço de lavagem do material esportivo.

O clube está de portas fechadas há mais de seis meses, na parte social; o equipamento de som está parado e com danos que necessitam de reparos urgentes; alguns portões das saídas de emergência estão com defeitos; extintores estão com prazos de validade expirados; troféus estão acumulados em lugar não visível para o público; um freezer do bar está danificado, assim como pisos, banheiros e outras áreas internas e externas do clube. “Desde sua fundação, o Alecrim jamais passou por uma situação parecida”, confirmou um dos diretores do clube.

Durante esses seis meses sem atividade social, apenas a parte desportiva vinha funcionado, mesmo com muitas dificuldades, pois tinha à frente pessoas como Givanildo, Marronzinho, Valmir e outros. Já na parte social, que é a única fonte de renda do clube, não tivemos a mesma sorte”, declarou outro diretor.

O presidente eleito no último domingo (15), Givanildo Luiz, desabafou: “De agora em diante, com os pés no chão e com a graça de Deus, vamos organizar as coisas para começar essa dura jornada de retornar o Alecrim FC ao seu devido lugar. Aceitei esse desafio porque fui jogador do clube por mais de 15 anos e não seria agora, após deixar os gramados, que eu iria abandonar o clube que é a minha segunda casa. O Alecrim FC é grande e não merece tudo que estava passando. Por isso, espero que as pessoas que escolhemos para essa nova diretoria unão as mãos para ajudar o Alecrim FC a voltar a ser o que foi um dia”.

Para o atleta e diretor, Ivanilson Irineu, “Ninguém imaginava o que era preciso fazer para não deixar o esporte do Alecrim FC se acabar. Para jogar fora do município, tínhamos que fazer uma vaquinha antes para pagar o transporte, coisa nunca vista por aqui. A gente tirava dos nossos bolsos, das nossas obrigações para não ver o futebol desaparecer. Graças a alguns diretores, jogadores e amigos que vinham nos ajudando com pequenas contribuições, agente se virava para não deixar tudo desmoronar de vez, pois sem esse sacrifício até o futebol tinha se acabado”.

NOTA: Não resta a nova direção do Alecrim FC alternativa, a não ser a de arregaçar as mangas e trabalhar para mudar o cenário acima descrito. E mais do que isso: O Alecrim FC não pode permitir a repetição de erros passados, nem cair na mesmice do viver apenas do mínimo possível. Tem que inovar, quando for a hora certa. Também não pode fazer do presidente uma figura única, ditadora e centralizadora. Não há melhor exemplo que o Sanelândia EC, seu maior rival em campo, que também viveu momentos difíceis e que parece está se reerguendo.

2 comentários:

Duya França disse...

Essa trajetória toda não pode ter fim.
Alecrim FC é um dos símbolos da nossa terra amada.

Daremos a volta por cima!

Duya França disse...

COMO JA DIZIA A MÚSICA:

'OS NOSSOS SONHOS NÃO VÃO TERMINAR(8'


-VAMOS A DIANTE, ISSO É APENAS UMA FASE, E COMO FASE, PASSARÁ EM BREVE!

#FORÇA GUERREIROS