15 de jan de 2013

FUTEBOL LOCAL

UMA LUZ PARA O AMADORISMO


Em uma área de 250 hectares, o Estádio Manoel Barreto (Barretão) está sendo construído e será o “coração” do complexo que ainda conta com mais de 6.000 casas populares, além de cinco campos de treinamento e pista de kart. O projeto e todo o investimento são do empresário Marconi Barreto, que é natural de Ceará Mirim e, após passar duas décadas e meia morando fora do país, retornou para realizar este antigo sonho pessoal.

O estádio foi iniciado em outubro do ano passado e irá receber 6.400 espectadores num primeiro momento. A previsão é de que até o final de março, os 10 mil lugares planejados para essa primeira etapa estejam concluídos. Atendendo às exigências da CBF, o novo estádio poderá ser a nova casa do América-RN durante o Campeonato Potiguar, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro de 2013.

Além do benefício para um clube do futebol profissional potiguar, existe a esperança de que o novo estádio possa mudar a maneira como o desporto amador da região é visto pela mídia desportiva, desportistas, empresários e até pela população dessa grande e populosa região.

Junior Caju esteve no Estádio Barretão e conferiu a boa estrutura que está sendo montada
Segundo o Coordenador de Esportes de Poço Branco, Junior Caju (foto), um dos argumentos para não se ter um participante na elite do futebol do RN era a ausência de uma praça desportiva: hoje esse argumento está caindo por terra.Sabemos que esse estádio vai trazer um grande benefício para toda a região, especialmente para Ceará Mirim, e vai potencializar o futebol amador da região também. A minha esperança é que as autoridades e os empresários do Mato Grande abram os olhos e tomem consciência de que somos a região do RN que não tem um representante no futebol profissional há vários anos.

Para Junior Caju é preciso lembrar dos exemplos de Goianinha, Santa Cruz e Assu (como também São Gonçalo, Pau dos Ferros e Macau) como cidades que investiram no futebol profissional e tiveram resultados consideráveis - apesar de ainda não terem conseguido títulos expressivos. “Não falo especificamente de Poço Branco fazer isso, mas sim de João Câmara e Ceará Mirim como cidades que possuem condições de montar um elenco profissional e dar oportunidades a muitos jovens atletas da nossa região, dentre outros benefícios... A hora desse recomeço deve ser de agora por diante. É o que espero”.

COPA TORREÃO

Bad Boy Titular: mistura de juventude e experiência
A equipe do Bad Boy de Poço Branco fez história no desporto local e chegou a sua terceira final de campeonato em apenas quatro anos de existência. O feito da equipe poço-branquense começou no domingo (06), quando os seus juvenis empataram no tempo normal, em 1 a 1, com o Brasil do Marajó (João Câmara) e venceram nos pênaltis (por 5 a 4).

Já no último domingo (13), o quadro principal do Bad Boy entrou no gramado do Estádio Anacletão (João Câmara) para decidir uma vaga na grande final do IX Regional de Futebol do Mato Grande, mais conhecida como Copa Torreão, para buscar a consagração. A partida aconteceu diante do América de Jandaíra. No tempo normal o placar ficou em 2 a 2; nos pênaltis, a equipe poço-branquense mostrou frieza e boa pontaria e venceu por 3 a 0, passando a final do certame nas suas duas categorias (titular e juvenil).

3 comentários:

Claudinei disse...

é isso aí Caju o negocio é pensar e agir positivo e nao ficar apenas mostrando defeito e erros. Bola pra frente amigo voce é a cara da turma do esporte de poço Branco. Valeu de novo paceiro.

Anônimo disse...

O mais incrivel é que eu moro aqui em Joao Camara e nao sabia nem que existia essa copa. É incrivel como os blog daqui nao falao nada desse campeonato. Parabens ao Daniel pelo blog que fala as coisa da sua terra, aí ta certo.

Anônimo disse...

o os bad boys vem mostrando uma grande força, que ja a algum tempo não se via em nosa cidade. boa sorte, e tragam esse caneco par nossa cidade..