11 de set de 2012

FINAL DE SEMANA

FESTA DO CONTADOR
 
Filhos de Contador: casais Jailson/Doraci e Carteira/Dinha Modas prestigiando a festa
O distrito de Contador foi o centro das atenções neste final de semana prolongado. Em função do feriadão e da tradicional Festa do Padroeiro daquela comunidade, centenas de pessoas estiveram naquele distrito. O Contador, maior e mais populoso distrito de Poço Branco, definitivamente entrou para o calendário de festas da região.
 
 
Na sexta-feira (07) e no sábado (08), a festa de Contador recebeu visitantes de vários municípios, fato facilmente percebido pelas placas dos veículos estacionados nas imediações da praça em frente à Igreja de Nossa Senhora da Piedade (foto acima), padroeira do Contador. A festa também representa uma oportunidade de reunir famílias e conterrâneos ausentes da comunidade.
 
Para o promotor de eventos, Leonardo Rocha, morador do distrito, em 2012 aconteceu uma das melhores festas dos últimos anos. “Além da programação religiosa tivemos dois dias de festa no clube Flamengo e isso mostra que o Contador não é mais o lugar pequeno de antes. O Contador também está se desenvolvendo, basta ver as mudanças que aconteceram aqui nos últimos anos... Uma festa dessas é um grande momento para os filhos de Contador e também gera renda para os comerciantes, cabeleireiros, ambulantes e vendedores daqui... É uma pena que algumas pessoas ainda sejam tão egoístas e tentem impedir uma festa como a da sexta-feira. Graças a Deus, não conseguiram... Hoje, temos orgulho de ter um grande carnaval de rua e estamos mantendo contatos para que, em breve, o Contador também receba uma grande atração musical”, destacou.
 
PRONATEC
 
 
A Secretaria Municipal de Trabalho, Habitação e Assistência Social e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Poço Branco, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), deram início, nesta segunda-feira (10), a realização de diferentes cursos de qualificação profissional destinadas a diversas áreas de atuação industrial. Os cursos estão sendo ministrados no prédio do CRAS (Casa das Famílias), destaque para os cursos de costureira, pedreiro, pintor e informática.
 
Os cursos fazem parte do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), considerado a maior iniciativa para ampliar a formação profissional dos brasileiros da história do país. Os cursos são todos gratuitos e destinados a pessoas com idade a partir de 16 anos, a trabalhadores beneficiários do Bolsa Família, aos reincidentes no seguro desemprego e a estudantes que estejam regularmente matriculados no segundo ou terceiro ano do ensino médio em escolas públicas e Educação de Jovens e Adultos (EJA).
 
Além de não pagar nada, o participante ainda recebe lanche e transporte. Os cursos são de, no mínimo, 160 horas e isso quer dizer que, em pouco tempo, o aluno se habilita a uma profissão industrial, multiplicando suas chances no mercado de trabalho.
 
 
A Secretária Interina de Assistência Social, Dorinha Menezes, agradeceu a equipe do Senai e ao público presente e parabenizou os beneficiários dos cursos pelo interesse em participar desse processo de qualificação profissional que abrirá as portas para o mercado de trabalho. Dorinha ressaltou também a importância da dedicação dos alunos durante as aulas e a necessidade de aproveitar a oportunidade que os poço-branquenses estão tendo de se qualificar para um mercado de trabalho cada vez mais competitivo.
 
Os interessados em participar do Pronatec devem procurar a coordenadora do programa, a psicóloga Socorro Casado, ou ainda os funcionários da Secretaria de Assistência Social.
 
BICICLETADA
 
 
O hábito de andar de bicicleta sempre foi comum em cidades interioranas, mas a popular “magrela” tem perdido espaço para os veículos – especialmente as motos de menor cilindrada. Tida como uma iniciativa de mobilização puramente política, a “Bicicletada do 55” vem ganhando outros aspectos: a economia local voltada para o segmento de venda, locação e conserto de bicicletas tem mostrado algum crescimento.
 
 
Na Bicicletada, tem sido comum encontrar participantes de várias faixas etárias que alugam, compram ou tiram da dispensa suas antigas bicicletas. Com isso, o segmento de conserto e de venda de bicicletas tem prosperado na cidade. Oficinas especializadas estão lotadas, principalmente quando se aproxima as sextas-feiras - o dia da oficial da Bicicletada. Há também quem ganhe algum dinheiro alugando a sua bicicleta a terceiros.
 
Dentre as heranças que pode deixar, o passeio de bicicleta das sextas pode fazer ressurgir o hábito saudável e barato de praticar esportes sobre duas rodas, uma tradição que precisava de uma iniciativa tão louvável (como a Bicicletada) para renascer das cinzas.
 
CAVALGADA
 
 
A nona edição da Cavalgada da Independência de Poço Branco foi marcada por muita animação entre seus participantes. O percurso iniciou por volta das 11h e seguiu até a Pouza, passando por alguns outros distritos.
 
 
A nota negativa do evento foi a diminuição na participação de cavaleiros e amazonas, considerando a procura de anos anteriores. Segundo um dos participantes da cavalgada confidenciou ao Blog, pode ter havido boicote.
 
 
O participante afirmou: “Eu soube que algumas pessoas que sempre participavam não apareceram esse ano. Acho que foi por causa da política, o que é uma pena porque a cavalgada sempre foi aberta a quem quisesse participar. Sem provocação, tudo daria certo... As pessoas precisam entender que a eleição passa e a cavalgada vai ficar”.
 
SALDO ZERO
 
Seis municípios da região do Mato Grande ficaram com saldo zero na primeira parcela do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O valor se refere à primeira cota do mês de setembro e foram depositadas nesta segunda-feira (10) nas contas das prefeituras. Os municípios de Jandaíra, Poço Branco, Pureza, São Miguel do Gostoso, Rio do Fogo e Taipu começaram o mês com menos recursos para cumprir seus compromissos.
 
Fonte: Blog de Assis Silva.
 

5 comentários:

Olho no olho disse...

Em poço branco tem canidato a veriador paçando a perna nos proprio amigo do mermo partido, ou raça de pilamtras. pior é o povo que cae na labia de veriador bandido

Anônimo disse...

pqp é verdade e tem cara comprando voto no mei da rua, kd a jsutiça ?

Gilvan tavares disse...

cabras sem vergonha qui traeim a democraçia e ainda saiem rimdo pq comprao o povo e o mamdato

DECIO disse...

MUITO LEGAL ESSE TAL DE CAVALGADA É DIVERTIDO MAIS É UMA FORMA DE GANHA DINHEIRO NAO TEM NADA DE FILHOS DE POCO BRANCO QUERENDO AJUDAR A CIDADE, PRA GANHAR DINEHIRO ATE EU TO DENTRO.

Anônimo disse...

No carnaval tem dono de bloco que vende as camisa e aimda dis que faz o bloco por amor a poco bramco.