18 de jun de 2012

ENTREVISTA GLEYDSON NASCIMENTO

POÇO BRANCO, EU TAMBÉM FAÇO PARTE DESSA HISTÓRIA


Criado no seio de Poço Branco, o cidadão Gleydson do Nascimento Silva, melhor conhecido por Toninho, chega aos 22 anos se dizendo otimista em relação a sua cidade natal. Ele diz ter orgulho de morar em Poço Branco, de fazer parte da sua história e que só esteve ausente de sua terra no período em que precisou obter uma formação superior. “O que me faz querer ficar aqui na minha terra é chance de ficar perto da minha família e dos amigos. Sei que, por falta de oportunidades profissionais, um dia terei que sair para desbravar novos ares, mas não quero pensar nisso agora”, disse.

O nosso entrevistado afirmou guardar boas lembranças dos tempos em que jogava futebol nas ruas (coisa rara, atualmente), dos tempos em que andava nos ombros de seu pai (o saudoso Assis do Cartório) e dos acampamentos de escoteiros pelos distritos do município. Lembra também das festas do padroeiro e de emancipação política como sendo as mais inesquecíveis em sua adolescência. Hoje, em sua fase adulta, Toninho acredita que estar prestando um valoroso serviço a sua comunidade ao exercer a função de professor da rede municipal de ensino.

Para Toninho, a principal diferença entre o comportamento dos jovens de hoje e de antigamente está no estilo de vida. Ele cita “as drogas” como sendo a pior coisa dos tempos modernos e lamenta que ela venha tomando conta do seio das sociedades. “Sou um jovem da atualidade e pelo que ouvi meu pai e amigos contarem do passado, os jovens de hoje estão muito expostos a tudo. As drogas são uma praga, apesar de que elas são uma questão de escolha... Antigamente não víamos isso de maneira tão exposta. Além do mais, hoje existe uma falta de respeito muito grande entre as pessoas, principalmente entre alguns pais e filhos e as drogas têm ajudado nessa desarmonia”, desabafa.

Toninho acredita que, apesar de alguns pontos ainda negativos, muitas coisas já melhoraram no seu município nos últimos anos. E diz: “Hoje, a cidade dispõe de uma boa infra-estrutura para um município do nosso porte. A educação do nosso município vive dias de glórias e acredito que isso tem contribuído para melhorar os índices de desemprego por aqui. Porém, sem querer citar culpados, acho que nossa cidade ainda precisa melhorar muito em outros aspectos”.

O Blog perguntou ao entrevistado o que ele faria de diferente, em relação a sua cidade, se pudesse voltar no tempo e ele respondeu: “Eu teria me empenhado mais para melhorar os investimentos na educação dos nossos jovens e crianças. Teria corrido atrás para que a educação blindasse os nossos jovens contra os males da sociedade, pois sabemos que muitos deles acabam caindo nessa armadilha por não ter outra opção de vida”.

Toninho acredita que sua cidade ainda é um bom lugar para se viver e criar uma família e comentou: “Vivemos em sua cidade calma se comparada aos grandes centros urbanos. Aqui desejo edificar uma família porque ainda podemos andar pelas ruas sem inalar gases poluentes e sem outros grandes riscos. Aqui, todo mundo conhece todo mundo e isso é bom. Só precisamos melhorar na questão da segurança pública, o mais urgente possível”.

Em relação a vários temas das necessidades humanas, o nosso entrevistado destaca, além da segurança pública, o potencial turístico que pode ser explorado na cidade. “Acho que o turismo pode ser uma futura fonte de renda para Poço Branco. Temos um manancial de água maravilhoso que só é utilizado nos carnavais e que pode ser em outras épocas. Sei que um grande problema para realizar esse sonho é como fazer a exploração turística sem causar impactos ambientais e com baixo custo”.

O Blog pediu a Toninho que deixasse uma mensagem para as atuais e futuras gerações de poço-branquenses em relação aos temas abordados na entrevista. E ele afirmou: “Acho que é nosso dever dar mais valor ao nosso município, esquecer as picuinhas pessoais e olhar mais para os jovens que aqui residem. Peço as nossas autoridades para trabalharem pensando no futuro, deixando frutos positivos e não apenas escândalos, como antigamente eram comuns. Peço também para olharem para os nossos bens naturais, dando aos nossos filhos e netos a oportunidade de um futuro melhor e com menos riscos”.

Um comentário:

Anônimo disse...

Esse menino Toninho só do orgulho, e i Toninho quem diria em, lembra de tu La no d’Olho no ambiente patrocinado pela Petrobras, cara eu tenho as fotos guardadas quem ti vil e quem tiver, valeu Toninho um forte abraço para vc irmãozinho e parabéns vc merece tudo de bom.

Robson Vicente.