6 de ago de 2011

ÚLTIMAS DO BLOG

RELATÓRIO E FOTOS

Caro amigo Daniel,

Como já veiculado no Blog de Poço Branco, através da postagem intitulada “VISITA TÉCNICA”, com o intuito de conhecer o projeto pioneiro de criação de Tilápia, na Barragem de Santa Cruz, município de Apodi/RN, esclareço que:

Inicialmente gostaria de parabenizar o Executivo e o Legislativo Municipal de Poço Branco pela grande iniciativa. Em minha militância e experiências junto aos vários organismos do terceiro setor, aprendi muitas coisas. Entre elas, a de não ter medo de copiar o que é bom e devo dizer que o motivo da visita ao projeto desenvolvido em Apodi valeu a pena, principalmente se ele for posteriormente implantado aqui em nossa cidade.

Em outras oportunidades, defendi e defendo a necessidade de termos em nosso município uma política pública e solidária, não midiática ou eleitoreira, de apoio ao cooperativismo/associativismo e demais iniciativas empreendedoras. Temos visto que esse é o caminho mais curto para o desenvolvimento social e econômico de municípios como Poço Branco.

Comitiva de Poço Branco em Apodi/RN
Exemplos existem de sobra no Estado e no Brasil a fora e que precisam ser usados como referência para implantá-los em nossa comunidade. Aqui temos o caso da Associação das Produtoras de Confecção de Poço Branco, localizada por trás da Escola Estadual Carmem Costa, que é um exemplo a ser seguido. Infelizmente não temos outros exemplos como esse porque ainda somos prisioneiros de nossa própria ignorância e da malícia de alguns políticos inescrupulosos que teimamos em conduzir e reconduzir ao poder.

Conhecendo o projeto / João Barbosa tirando dúvidas / Vereadores Kléber e Percivaldo Jr / Casa Gaiola para criação de Tilápias

É inadmissível ver um município com tantas potencialidades ser tão mal explorado. Pior ainda é ver algumas dessas potencialidades serem exploradas por pessoas sem compromisso algum com o desenvolvimento social de nosso município. Finalizo dizendo que a visita ao projeto desenvolvido em Apodi teve grande importância pedagógica para aqueles que foram com o intuito de buscar conhecimento; os que ali estiveram, puderam ver como uma coisa complexa pode se tornar simples, mas que pra isso é necessária a participação de setores importantes – como a sociedade civil organizada, poder público e outros órgãos.

Agradeço a oportunidade e o convite a mim feito pelo Presidente da Câmara Municipal de Poço Branco, vereador Percivaldo Junior, e demais vereadores, ao Prefeito Mauricio Menezes e todos convidados que participaram desta importante missão. Concluo torcendo e pedindo a Deus que abençoe as mentes com sua sabedoria divina e que essa semente floresça e possa dar bons frutos trazendo prosperidade a nossa terra e ao nosso povo.

Robson Vicente – funcionário público

A PRAÇA DO CORAÇÃO DE JESUS

A Praça do Coração de Jesus, situada onde hoje estão a Igreja Católica, o Centro de Pastoral, Fórum Des. Wilson Dantas e o Ginásio de Esportes já viveu, pelo menos, quatro momentos em sua existência. Primeiro, a única praça pública do município (até os dias atuais) não era mais do que um grande área de “barro batido”, entre os anos 70 e 80. O que existia era um descampado destinado a práticas de futebol vespertino e algumas poucas atividades culturais. Apenas durante a festa do padroeiro da cidade (em outubro) o espaço era ocupado por parques de diversões e barracas de palha com comidas e bebidas típicas da região. O protótipo do que iria se tornar uma praça pública, anos depois, não trazia grandes opções de lazer à comunidade.


O segundo momento da praça foram os longos anos de espera por sua inauguração, tanto que muitos cidadãos poço-branquenses nem tiveram a oportunidade de vê-la concluída. O busto em bronze do Coração de Jesus foi adquirido antes da conclusão das obras, mas apenas em 26/07/1988, após cinco meses de obras, a Praça do Coração de Jesus foi entregue à comunidade de Poço Branco pelo então prefeito, João Ferreira de Cruz (foto acima).


Para os padrões arquitetônicos da época, o desenho da praça foi considerado futurista, pois continha muitas pedras (meio-fio), bar temático, locais para práticas desportivas, bancos e muitas plantas - que viriam a crescer e causar problemas ao longo dos anos. A praça contava ainda com uma fonte luminosa (ao centro) como sua principal atração, mas esta sofreu inúmeros ataques de vandalismo e foi interditada e destruída poucos anos após sua inauguração.


O terceiro momento vivido pela Praça do Coração de Jesus foi o mais longo de todos. Após sua entrega em 1988, a praça passou mais de 15 anos sem receber nenhuma melhora significativa (a não ser pinturas, minirreformas, poda das árvores, troca de bancos e outros pequenos serviços), foi se deteriorando e chegou ao ponto de ter parte de suas “pedras” retiradas para finalizar outra obra na cidade. Ainda assim e em desacordo com sua anunciada decadência, o Bar da Praça (foto acima) foi ponto alto do local e representou tanto o palco de animadas festas (serestas), como de discórdias, reclamações por poluição sonora e até tentativas de homicídios – o que deve ter contribuído para seu fechamento definitivo.


Entre os anos de 2004 e 2008, o erário municipal iniciou um longo e lento processo de revitalização da Praça do Coração de Jesus que, a cada festa do padroeiro, dava aos munícipes a impressão de que a conclusão da praça ficaria para o ano seguinte. O quarto e último momento da Praça do Coração de Jesus ainda não teve seu último capítulo concluído. Apesar das visíveis melhorias implantadas desde 2009, as obras da praça ainda não foram concluídas totalmente e isto é o que o cidadão de Poço Branco deseja ver.

Fotos: Blog de Cravolândia

CAMPEONATO DE FUTEBOL

Os desportistas de Poço Branco estão vivendo mais um ano de muita expectativa. É que está em fase de conclusão o processo de organização do Campeonato Municipal de Futebol Adulto – edição 2011, a ser disputado, provavelmente, ainda sem o novo Estádio Municipal. A idéia é contar com a participação de, pelo menos, 46 equipes (titulares e juvenis) do município, o que totalizará mais de 700 atletas amadores, além de mesários, árbitros, dirigentes e torcedores. É esperar para conferir.

MEDICINA CASEIRA


Apesar da força da indústria farmacêutica, do surgimento dos medicamentos genéricos (baixo custo), do acesso ao crédito e aos planos de saúde para uma boa faixa da população mais carente, ainda é comum encontrar, especialmente em feiras livres, a venda dos chamados “remédios caseiros”. Muitos cidadãos continuam a aderir à medicina caseira como forma de encontrar a cura para seus males.

O leque de ação das substâncias contidas em cascas de pau, garrafadas, pomadas, chás e outras iguarias é bastante amplo e, segundo alguns vendedores presentes à feira de Poço Branco, elas servem para combater doenças relacionadas ao câncer de próstata, útero, bexiga caída, impotência sexual e até males modernos como a depressão.

Em Poço Branco, um dos vendedores confidenciou ao Blog que a fé em Deus e na cura são os primeiros passos e os remédios caseiros fazem a segunda e importante parte. Ele alega ainda que a maioria de seus fregueses é composta por idosos, mas alguns jovens também procuram a chamada medicina caseira. Indagado se nunca pensou em largar este ramo, o pequeno comerciante disse ao Blog que herdou esta prática de seu pai e que pretende a passar para algum dos seus três filhos.

4 comentários:

Ferreira Luiz disse...

grande texto sobre a praça valeu mesmo daniel

Edinho disse...

Daniel,

Quero externar meus parabéns e Laerson e seus alunos pelo "show" de xadrez que dando em todas as competições,representante tão bem nossa querida cidade e nos orgulhando muito.

Mesmo sem apoio necessário por parte do poder público, Laércio, com liderança e inteligência, está formando uma brilhante equipe de jogares de xadrez que, seguramente vão longe, muito longe...


Parabéns, Laércio e seu discípulos. Parabéns, Daniel e Jr. Caju, por dar visibilidade ao trabalhos desses "guerreiros".Imaginem se eles tivessem mais apoio? onde chegariam?....

Na última sessão da Câmara Municípal,fizemos questão de enaltecer e registrar os feitos e Laércio e sua equipe.

EDINHO.

Laeson disse...

Em Poço Branco, existem contratos para tudo. Para professores, zeladores e etc... Mas, até hoje não souberam valorizar o trabalho desse cidadão que é ele Laecio Andrade. Funcionário público estadual, trabalha na E. E. Carmem costa, e é um camarada íntegro e que merece todo aplauso do povo de Poço Branco, pelo seu feito. Além de contribuir para tirar os jovens das ruas, ainda coloca-os em posição de destaque no xadrez do nosso estado. O xadrez está sendo implantado nas grades curriculares das escolas. Quem sabe não está aí, uma forma de aproveitar o trabalho deste cidadão, que até hoje tem feito tudo como voluntário e por amor ao próximo. PARABÉNS Laecio Andrade, que sejas exemplo para todos nós.

Márcio disse...

A Praça teve seus tempos de glória no final dos anos 80 e toda a década de 90, era muito frequentada, todos queria estar na praça. a frase 'vamos pra pracinha' era a coisa mais ouvida em nossa cidade. saudades desse tempo bom.