1 de nov de 2014

ÚLTIMAS DO BLOG

DIA DE FINADOS


Os cemitérios públicos de Poço Branco estão prontos para receber parentes e amigos que virão visitar seus entes queridos, neste domingo (02). Os cemitérios da sede do município e dos distritos de Contador e da Pousa são os mais visitados.

FESTA DO PADROEIRO


A Comunidade Católica de Poço Branco está em festa pelas comemorações da Festa do Padroeiro 2014. Desde a semana passada, uma extensa programação religiosa está em curso, envolvendo todas as pastorais e grupos religiosos da Igreja do Sagrado Coração de Jesus. Por causa do 2º turno das Eleições 2014 (26/10) e do Dia de Finados (02/11), a Paróquia de Nossa Senhora do Livramento (Taipu e Poço Branco) marcou o encerramento da festa para os dias 08 e 09/11, sábado e domingo próximos.

RECUPERAÇÃO DO GINÁSIO


O prefeito de Poço Branco utilizou uma rede social para anunciar, nesta semana, a segunda recuperação do Ginásio de Esportes de Contador durante sua gestão. “Estamos novamente recuperando o Ginásio de Esportes do distrito do Contador, em breve estará liberado para os desportistas”, frisou. Por ausência de orçamento para reformas, a praça esportiva esteve inoperante desde o final de 2012, poucos dias após a realização da “Copa 26 de Julho de Futsal” (foto abaixo). Teria sido um vendaval que danificou a estrutura que cobre a quadra e, por medida de segurança, o ginásio ficou interditado.


No mesmo dia da primeira postagem, o prefeito fez um apelo público à população de Poço Branco. A intenção foi de conscientizar as pessoas da importância de conservar as ruas e áreas públicas limpas. Segundo o prefeito, “a empresa responsável pela limpeza não suporta o descumprimento do calendário de coleta” e a Prefeitura Municipal tem sido obrigada a disponibilizar seus funcionários e máquinas para complementar a coleta.


NOTA: No caso do lixo e entulhos (exagerados ou propositais), depositados nas ruas da cidade, parece haver necessidade de implantação de campanhas municipais de conscientização ambiental, de programas de gerenciamento de resíduos e aplicação de educação ambiental desde os primeiros anos escolares (para crianças), dentre outras ações. Para pequenos municípios, todas estas etapas possuem altos custos e demandam tempo até mostrarem os primeiros resultados. Afinal, em pleno século XXI, tais questões ainda são tratadas como “besteira” por parte da sociedade... Mudanças de hábito, transferência de conhecimento e cultura são as chaves. Então, mãos a obra... Senão...

6 comentários:

Anônimo disse...

Só a conscientização não basta, tem que haver uma atuação conjunta com a fiscalização educativa e coibitiva, infelizmente o prefeito anida não se conscientizou dessa necessidade, pois acha que só no grito ira resolver.
alem do mais existe outra formas capazes de incentivar a população a adotar um comportamento proativo na preservação e conservação ambiental afinal nem tudo que parece e lixo falta a penas uma abordagem diferente sobre o resíduos produzidos pelo município, e como bem disse o nobre professor Belchior o IFRN e mais um grande parceiro esse trabalho.

GM Robson Vicente.

Anônimo disse...

É mas a conscientizaçao é o começo. Sen ela muita gente é ignorante por nao conhecer certos perigos que a pessoa e familia correim. Informat primeiro e depois tauvez coibir. O blog ta mas uma vez certo.

Renata disse...

Muitas vezes o "lixo" que se fala é metralha de construçao e restos de animais e arvores e outras coisas que o povo joga na rua e espera que a prefeitura tire. O lixo de casa tudo bem mas umas pessoa joga madeira, tijolo, telha e outra coisa que a propria pessoa devia tirar particular mais nao tira. Deve ser esta a reclamaçao do prefeito.

Anônimo disse...

Apoiado voces.

Figueredo disse...

Perdao robson mas essa sua ideia de fiscalizar e coibir sem informar a populaçao nao vai dar certo, como disseran ai tem que tentar conscientizar, só que isso leva tempo e nem todo mundo vai entender. O blogui ta certo tem que infornar e depois talvez punir. Mas sou contra a multar, pois a prefeitura nao dar o devido retorno do iptu que meia duzia paga em dia. Adorei a ideia de consxientizar as novas geraçoes, talvez elas possam salvar esse planeta.

Anônimo disse...

bem não sei se foi falta de entendimento ou falta de atenção mas deixei bem claro no post "atuação conjunta, fiscalização e educativa coibitiva" porque quado se ensina (educar) se coibi atitudes erradas, agora fiscalizar e educar não e responsorialidade só da gestão pública municipal, e alegar desconhecimento para cometer o ilicitudes não justifica
Robson Vicete