20 de nov de 2013

ENQUETES DO BLOG

A ELEIÇÃO DA CÂMARA

A alegria e harmonia da posse contrasta com o atual cenário político
Poço Branco viveu, na última semana, um momento de intensa movimentação político-partidária, de conversas, bate-bocas e nervos à flor da pele. Tudo por causa da sessão legislativa que homologou o nome da vereadora Fernanda Freire (PROS) como presidente da Câmara de Vereadores, para o biênio 2015-2016. Foi uma sessão que reuniu vários ingredientes - alguns há muito tempo não presenciados naquela casa. Toda a agitação foi iniciada antes da sessão anterior (05/11), quando ficou decidido que a votação aconteceria na sessão seguinte (12/11). E todo o nervosismo esperado para a terça passada aconteceu...

Tanto alguns blogs da cidade, quanto pessoas do povo, presentes aquela sessão, afirmaram em “letras garrafais” que há muito tempo uma reunião legislativa não figurava tão acalorada. Falou-se em falta de ordem e quebra do decoro parlamentar, dentre outras faltas. Mas também houve quem invocasse o espírito democrático para justificar o quanto o poder da união de ideais está acima dos interesses intransigentes - sejam eles pessoais ou corporativos.

Ao final da sessão, e ao longo da semana, as ruas da cidade, dos distritos e as redes sociais da internet sacudiram diversos adjetivos para definir o que aconteceu naquela noite. Mesmo estando devidamente amparada pelo regimento interno da casa, a antecipação da eleição foi qualificada negativamente por alguns e, positivamente, por outros. “Algo absurdo para uns tantos e natural para outros tantos. Algo difícil de mensurar, com exatidão, a quantidade dos contrários e dos defensores da idéia”.

Diante da visível divisão de opiniões na cidade, quanto ao ocorrido, e avaliando que os ânimos já estão menos acirrados, o Blog resolveu lançar uma enquete para seu público leitor responder. Caso desejem, os leitores devem utilizar a barra lateral (à direita) para deixar suas opiniões.

5 comentários:

Rodrigo Lucas disse...

Olá amigos!Gostaria de inicialmente, parabenizar o amigo Daniel Cajú pelo belíssimo texto a respeito do tema "Antecipação da Eleição da Mesa Diretora da Câmara de Poço Branco"
Vale salientar, que as eleições para renovação da mesa diretora da nossa casa legislativa, que tem mandato de dois anos em cada legislatura, sempre acontecem no dia 1 de Janeiro de cada biênio, no entanto, nosso regimento interno e nossa lei orgânica municipal, permite que tal eleição possa acontecer em qualquer momento do mandato, assim queira, 2/3 dos vereadores da casa, e em nosso caso, foi uma eleição unanime.
Tentei fazer um breve relato dos tramites, mas tbm gostaria de emitir opinião, sobre as consequências dos atos desta eleição, que mesmo sendo algo restrita e interna da casa, recebeu nos últimos dias, opiniões divergentes e/ou de apoio. A câmara de Poço Branco mostrou independência política e maturidade a partir do momento que deixou de ser uma "sessão" da Prefeitura Municipal e pode dar ser grito de independência, expondo ao povo que pode sim, ser gerida e administrada pelo seu próprio desejo e não pela ingerência política e pela conveniência de partidos ou políticos, sem que nenhum poder se sobreposse ao nosso.
Falo por mim, que nesse período de 11 meses que estou no legislativo municipal, fui omisso em muitas situações, tendo que baixar a cabeça e atender junto com meus colegas, a situações que muitas vezes iam de encontro ao desejo do povo em detrimento das conveniências políticas vividas naquela casa. Agora, faremos uma oposição com responsabilidade, criticando porém mostrando solução, mas aplaudindo com tiver que aplaudir. Precisamos conviver com o contraditório e é isso que fortalece a nossa democracia, exercitando o direito de ouvir de cada um de nós. Essas são as grande vantagens que essa mudança proporcionou... Temos uma administração legislativa, retrograda, arcaica e subserviente. Precisamos levar o legislativo pra perto do povo com ações como a implementação das câmaras intinerantes, do portal da transparência, das transmições das sessões por rádio e pela criação do nosso portal da WEB. São essas ações que estão faltando em nossa casa, e que a partir de agora poderemos executa-las, repito, são essas as vantagens da mudança que foi feita. Se houve briga, zuada, e confusão, foi pra garantir esses direitos e acabar com a subserviência que vinha existindo, e se tem algum responsável pela baderna que foi a sessão de votação da eleição, essa pessoa é o atual presidente, que de forma unilateral, ditatorial e monocrática quis conduzir os trabalhos da casa. Um grande abraço a todos. Tamo junto! Rodrigo Lucas.

Anônimo disse...

Muita gente que é contrário a antecipação, reage desta forma poque teve interesses contrariados- principalmente pq o novo presidente não é da saia do prefeito.

Quando em 2009, reelegeram Percivaldo para Presidente(biênio 2011/2012, ou seja, com mais de um ano de antecedência para ocorrer eleição no prazo normal,) ninguém da turma do prefeito achou ruim e teve até festa.

Agora, só porque o candidato era Edinho, que mais uma vez foi enganado, a turma do PROS resolvera antecipar a eleição diante das decepções, a turma do prefeito achou ruim.Várias e várias cidades já antecipação a eleição de da mesa diretora para o biênio 2015/2016, mas em Poço não pode.

Coisas engraçadas que só acontece em PB..........

Anônimo disse...

Eu acho que muita gente na cidade foi contraria a antecipação na época de pércivaldo também, só não houve a mesma repercussão de agora porque a briga aconteceu apenas nos bastidores e o povo nem ficou sabendo, so depois.

Anônimo disse...

Acho que pode sim. è o que mas se ver por ai. Agora precisava dakela bagunça toda pra conseguir ?? não sei se foi de propozito essa bagunça na câmara mais todo mundo que tava lá achou ezagerada. e outra coisa, qdo Percivaldo foi reeleito foi tudo diferemte e muitos forao a festa que falaro ai em cima. se é preciso uma bagumça daquela pra elejer uma presidente fazer o que são coiza da politica de PB.

Anônimo disse...

Isso é uma berração,a pessoa não saber sim estara vivo.Pois o Futuro só a Deus pertece.Mais o legislativo de poço Branco so pensam nele.