23 de mai de 2011

FINAL DE SEMANA

BARRAGEM DE POÇO BRANCO


Expectativa toma conta de banhistas, pequenos comerciantes e frequentadores da Barragem de Poço Branco. Com o grande volume de chuvas nos últimos meses na região do Mato Grande a chance de sangria da barragem está cada vez maior. O acesso às comunidades do Alto do Vermelho, Iandú e Lagoa do Boi já foi tomado pelas águas, mas entre muitos banhistas ainda há uma dose de pessimismo quanto a esta possibilidade – especialmente devido a possibilidade do aumento no nível de vazão das novas comportas da barragem.


Apesar do pessimismo, neste domingo (22), o Blog ouviu conterrâneos e frequentadores da Barragem de Poço Branco. Entre todo há uma unanimidade: a barragem é uma área de beleza natural sem igual, mas ainda muito pouco explorada comercialmente.

Mano Caju, Dedé Pinto, Cristovam, Vinícius e Berg Santino num domingo na barragem
Segundo a banhista Francisca Silva, do bairro de Soledade II (em Natal), a Barragem de Poço Branco nunca foi corretamente usada como ponto turístico e a cidade já merece esta nova opção. “Conheço este lugar há muito tempo e ele é lindo. Além do mais a barragem fica próxima da capital e o acesso é feito por boas estradas. Muitos amigos não vieram neste fim de semana porque não tivemos como trazer todos em apenas um ônibus. Acho que este lugar precisa de pequenos ajustes, como banheiros químicos e um padrão para as barracas. O resto está bom”.


TRILHAS DO BEM

Há anos desativado, o antigo depósito de dinamite e outros artefatos explosivos usados na construção da Barragem de Poço Branco, sempre teve um acesso difícil. Tanto que, no passado, era parte de uma trilha usada apenas por agricultores, pescadores e caçadores que se deslocavam pela região. O caminho original que leva a Casinha, sem passar por cima da parede da barragem, tem um relevo acidentado, de difícil acesso e um grande desafio a qualquer intenção de percorrê-lo.


Apesar de ser bastante comum no passado, a trilha há muito não era refeita. Mas no início deste mês um grupo de amigos voltou a desbravar a região. A foto extraída da página de relacionamento do poçobranquense Marcelo Freitas mostra a visão posterior de toda a barragem, num ângulo diferenciado – um verdadeiro privilégio.

UMA CARTA

A ONU resolveu fazer uma pesquisa em todo o mundo. Enviou uma carta para o representante de cada país com a seguinte pergunta:

Por favor, diga, honestamente, qual é a sua opinião sobre a escassez de alimentos no resto do mundo”.

A pesquisa foi um grande fracasso porque a maioria dos países não soube responder a esta pergunta. Sabe por quê?

Os países europeus consultados não entenderam o que era “escassez”;
Os africanos não sabiam o que era “alimento”;
Os cubanos estranharam e pediram maiores explicações sobre o que era “opinião”;
Os argentinos ainda não descobriram o significado de “por favor”;
Os norte-americanos nem imaginam o que significa “resto do mundo”;
E o Congresso Nacional brasileiro está até agora debatendo o que é “honestamente”.

3 comentários:

Negão disse...

Daniel seria cômico se não fosse verdade!

Antonio disse...

DANIEL TEM PREVIZAO PRA A BARRAGE SANGRA?

Gilmar Barbosa disse...

me paresse que o velho Mano Cajú estar dormente,será que o treiller do amigo Odinho Dantas estar ai no meio desses, se estiver acertei na mosca.. mano caju ,,estar +/- KKKKKK bom.....Gilmar(SP), parabens Daniel por Divulgar a nossa Cidade ,Só vc mesmo, se depender dos Politicos ....já nãso tinha nada disso,,